Dia 52 – Confidências de amor

Não é novidade para ninguém que estou apaixonada. Volta e meia venho aqui dividir com vocês a felicidade de viver um amor tão pleno. Babo pelo Miguel, sem nenhuma vergonha! Não sei como vocês me aguentam! Mas é tão bom sentir o que sinto. Um amor assim nos preenche, nos fortalece. O Miguel faz com que eu me sinta viva. Mais do que isso: quando estou ao seu lado, o mundo ao redor fica em suspenso. As horas passam e nós continuamos ali, dois apaixonados fora de órbita.
A cada dia nossa intimidade está maior. Isso é natural e bom, mas me amedronta. Sou uma mulher tetraplégica, sei bem das minhas limitações. Tenho medo de não dar certo, do Miguel encher o saco de mim… Eu preciso sempre de alguém para me ajudar em coisas banais, como me vestir ou ir ao banheiro. E, como meu companheiro, ele irá vivenciar isso. Aos poucos, temos conversado sobre tudo e o Miguel, como sempre, tem sido incrível. Por isso, pedi para ele tomar banho comigo. Queria que ele visse como é o processo. Queria também que ele visse meu corpo. Sentir a reação e o olhar dele para mim foi tão forte, tão importante. Eu precisava muito disso e, mais uma vez, o Miguel se mostrou um homem maravilhoso. Soube dividir e conversar comigo sobre as minhas dúvidas, inseguranças e expectativas. Foi um momento inesquecível e especial. Nós dois ali, embaixo d´água, fazendo confidências e juras de amor.
Alguns de vocês me perguntam se, por ser tetraplégica, posso ter relação sexual e sentir prazer. Ainda não posso falar com total propriedade sobre o assunto, mas sei que todo cadeirante pode ter vida sexual. As pessoas veem alguém numa cadeira de rodas e logo imaginam que aquela pessoa não pode transar, que ela viverá sozinha e infeliz para sempre. E não é nada disso! Já conversei com muitas pessoas sobre esse assunto. Todas me dizem que eu preciso compreender os novos códigos do meu próprio corpo. Saber explorar as áreas de prazer, entender onde a sensibilidade é maior e… relaxar! A Camila mesmo me contou que tem uma vida sexual ativa e bem resolvida com o Guilherme. Sente prazer e tem orgasmos, como todo mundo. Por que comigo vai ser diferente? Minha lesão não afetou minha sensibilidade, o que é muito bom. Desculpe se me alonguei, mas esse assunto me atormenta um pouco, confesso… Ainda não me sinto suficientemente segura com meu próprio corpo, vocês entendem?
Vou ficando por aqui. Aproveito para deixar beijos e afagos em todos vocês, sempre tão carinhosos comigo. Beijooooooooooooooooooo!
Bookmark e Compartilhe
Share |

3 comentários |deixe um comentario:

ASSUNTOS DIVERSOS disse...

LUCIANA eu amo o seu blog!!!!!!!!!!!!!!!!

Eu seria grata se vc visse o meu blog q é www.ijuba2.blogspot.com
e deixe um comentario

Obrigada

Thays disse...

Forte é o amor.

' Luuu, o seu amor e de Miguel é o mais lindo do MUNDO, porque é muito raro ver situações assim como a que você passou,mas não importa a situação em que você esteje, ou na cadeiras de rodas ou até andando de muletas mas lembre-se que o AMOR não morre, porque ele é eterno. O amor é como um ar, não podemos ver mais podemos senti-lo. '


' lê meu comentario na novela? '



Ameei o nome do blog que fiz até um.

www.sonhodethais.blogspot.com/
pena que meu sonho ainda não foi realizado de ver o Fiuk da banda Hori e fazer parte da malhação. sashuahusau'.
Mais o meu grande amor ainda há de vim. eu esperoo no tempo de Deus!

se puder da uma passadinha no meu blog e comentaa, já que não tem nenhum comentario. OSASKOASKO'

Anônimo disse...

Lu, eu tenho certeza que vocês dois serão o casal mais feliz desse MUNDOOO!Vocês dois são muito fofoss!!
Ahh.. E eu também torço para o romance da Mia!!
Beijões!!